Sobre as Águas | Ana Norogrando



Se o Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul não está mais junto ao Guaíba, a artista Ana Norogrando trouxe este lugar para dentro do MACRS na forma da vídeoinstalação "Sobre as águas" - espécie de batismo visual com este berço natural da cidade de Porto Alegre.
A produção da artista, que iniciou sua trajetória nos anos 80 e possui uma extensa experiência em atividade docente na Universidade Federal de Santa Maria, esteve sempre ligada às dimensões simbólica e cidadã da arte.

Ana, ao nos fazer contemplar as águas da nossa existência, restabelece a relação do museu e do público com as águas do Guaíba, lugares pelos quais, apesar de nutrirmos um sentimento forte e duradouro, a maioria da população ainda desconhece. O museu assim como o rio muda, mas ambos permanecem como espaços fluidos, dúcteis, onde o eterno devir da arte e da vida torna este mundo diferente, outro, novo e contemporâneo. Frente a esta paisagem cultural e natural, torna-se inevitável tomar de empréstimo o pensamento do filósofo Heráclito para o qual “tudo flui”...

As imagens de Ana e os sons compostos por Fábio Mentz, músico convidado pela artista para participar da exposição, nos fazem reviver de um modo intenso a experiência de contemplar a superfície das águas do rio de nossa cidade e de seu pôr-do-sol, imersos em um ritmo e um movimento que transcendem a paisagem. Sua obra, portanto, está dizendo do museu e de nós mesmos, que somos feitos quase que absolutamente de água. Uma das múltiplas leituras que podemos aprofundar sobre as águas da artista, invertendo a célebre frase de Hélio Oiticica, é que o mundo (água) é o museu, mas para senti-lo, profundamente, temos que construí-lo antes dentro de nós.

O MACRS agradece ao FUMPROARTE e sua Comissão de Avaliação e Seleção que reconheceram o mérito e importância deste projeto para Porto Alegre, tornando-se agora importante para todo Estado. Agradecemos à comunidade da Ilha Grande dos Marinheiros, aos artistas que ministraram oficinas como parte do projeto pedagógico da proposta artística, aos produtores, ao curador e especialmente à artista Ana Norogrando que merece toda nossa admiração e respeito.

André Venzon

Diretor MACRS